Delegado regional de Janaúba é réu por falsidade ideológica

Indicado por Paulo Guedes, delegado é acusado de praticar os crimes de falsidade ideológica e de uso de documento falso

– Apadrinhado do deputado federal Paulo Guedes, o delegado regional de Janaúba, Bruno Fernandes Barbosa, e o inspetor de polícia de Januária, Wesley Thiago Soares Santos, passaram à condição de réus em processo que tramita na 1ª Vara da Comarca de Manga.
Os dois integrantes da Polícia Civil são acusados de praticar os crimes de falsidade ideológica e de uso de documento falso. A denúncia, oferecida pelo promotor de justiça Guilherme de Sales Gonçalves, com base em inquérito realizado pelo delegado Jean Pierre Batista Neves, foi recebida no dia 8 de maio de 2019 pelo juiz Paulo Victor de França Paes.
Segundo o processo, o delegado, que chegou ao cargo indicado por Paulo Guedes, teria emitido uma ordem de serviço falsa para livrar o inspetor Wesley de uma enrascada em que se metera numa festa em Januária. Durante as investigações, descobriu-se que na data da emissão da ordem de serviço o delegado nem estava em Minas Gerais. Se encontrava no Rio de Janeiro.

Com informação do jornalista Fábio Oliva

Leave a Comment