Apresentador do SBT que morreu de Covid-19 era a favor de tratamento precoce e contra lockdown

 Gusman compartilhava posts de Olavo de Carvalho e, sobretudo, críticas à postura de Joao Doria na condução do combate ao coronavírus

O apresentador da TV Alterosa, afiliada do SBT em Minas Gerais, Stanley Gusman, que morreu na noite deste domingo (11), aos 49 anos, vítima de complicações causadas pela Covid-19, era a favor do tratamento precoce contra o coronavírus e contra o lockdown absoluto.

Gusman compartilhava em sa conta do Twitter posts do guru bolsonarista Olavo de Carvalho e, sobretudo, críticas à postura do governador de São Paulo, Joao Doria, na condução do combate ao coronavírus.

Guzman, que apresentava o programa Alterosa Alerta, estava internado em estado grave na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital Villa da Serra, em Nova Lima, na região metropolitana de BH.

O apresentador foi diagnosticado com Covid-19 no final do ano. Na segunda-feira (4) foi levado ao hospital e diretamente internado na UTI. Na quarta-feira seguinte, apresentou melhoras, mas, no dia seguinte, piorou novamente. A equipe médica esclareceu que Stanley teve uma infecção secundária, decorrente da COVID-19.

Leave a Comment