Montes Claros retoma obras paralisadas

     A ponte sobre o Córrego Cintra, na rua Monte Plano é uma das obras paralisadas que será retomada

     Por Girleno Alencar - Jornal Gazeta

    Humberto manda retomar obras da ponte do Cintra

    O prefeito Humberto Souto mandou retomar as obras da ponte sobre o Córrego Cintra, na rua Monte Plano e que servirá para interligar os bairros Cintra e Santa Rita, além de facilitar o acesso das viaturas da Polícia Militar. A obra começou a ser feita no início de abril de 2016, com orçamento de R$ 212.760,55 e previsão de ser concluída em 120 dias pela Construtora Giogio Vasari, vencedora da licitação. Porém depois de colocar as ferragens na base de sustentação, a empresa paralisou os serviços. Na sexta-feira à tarde, o prefeito Humberto Souto assinou a nova ordem de serviço, de forma discreta, no seu gabinete. No dia 12 de janeiro de 2016 o prefeito Ruy Muniz tinha dado a ordem de serviço, no local.

    No dia 10 de junho passado os moradores do bairro Cintra e os alunos das escolas estaduais Armênio Veloso, Simeão Ribeiro e Vereador Francisco Toffani realizaram o projeto “Cintra Vivo”, em parceria com o Grupo Ação Solidária, da Maçonaria e focaram o pedido sobre a retomada da obra. A entrada da escola Simeão Ribeiro fica a 50 metros do local onde será construída a ponte de alvenaria. No mês de janeiro de 2016 a Prefeitura tinha retirado a passarela metálica que permite passar apenas pedestres. Sem opção para cruzar o Córrego Cintra, os moradores se uniram e tornaram a colocar a passarela metálica sobre o córrego, em outro ponto. Por sinal, essa semana a Secretaria Municipal de Serviços Urbanos retoma as obras de limpeza do córrego, que foram iniciadas no dia 5 de junho e suspensas.

    Ainda na sexta-feira o prefeito Humberto Souto autorizou as obras de reforma do Trevo da Real, orçado em R$ 420 mil, onde será trocado todo piso, com o crescimento da via de veículos. No local, se concentra grande fluxo de veículos e por isso serão implantados quatro semáforos e faixas de pedestres. Porém os comerciantes da avenida Coronel Luiz Maia estão preocupados dessa obra acabar impedindo o acesso dos consumidores que se deslocarem do bairro em direção ao centro e precisarem fazer a conversão a esquerda. O presidente da MCTrans, José Wilson Guimarães assegura que todas medidas foram estudadas e não haverá qualquer problema.

    © 2015 Your Company. All Rights Reserved. Designed By JoomShaper