Capoeira – A psicoterapia corporal dos oprimidos

      Livro sobre capoeira promete acirrar o debate sobre a arte-luta - 

    O jornalista João Figueiredo estará lançando na próxima sexta-feira (19) o livro: “Capoeira – A psicoterapia corporal dos oprimidos”. O evento será no Colégio Marista São José de Montes Claros, a partir das 19 horas.

    O livro promete acirrar o debate entre os capoeiristas uma vez que trata de temas pouco discutidos entre eles, tais como o papel político da capoeira no contexto em que ela surgiu e na atualidade, a política do corpo, a marginalização da sua prática no passado e atualmente, a atração que ela exerce especialmente nas pessoas que são vítimas das desigualdades sociais, o efeito terapêutico da capoeira e as relações de poder entre seus praticantes.

    Entrevistado, o autor declarou o seguinte: “O livro surgiu a partir de alguns debates que já vínhamos fazendo e, especialmente, a partir da publicação de um artigo nosso sobre o tema principal que é a busca inconsciente do capoeirista pela solução dos seus conflitos íntimos e, consequentemente, por paz interior, ao praticar a capoeira. É pela sensação de bem-estar que o praticante sente ao mergulhar no universo da roda, deixando de lado todos os seus problemas, que nos permite ousar afirmar que a capoeira funciona como uma modalidade de psicoterapia corporal para quem a pratica, e a sua prática originalmente sempre foi própria das pessoas que sofrem os efeitos das desigualdades sociais, embora muita gente de classe média e classe média alta a pratica atualmente.”

    © 2015 Your Company. All Rights Reserved. Designed By JoomShaper