- Durante o jogo entre Corinthians e São Paulo pelo campeonato paulista nesse sábado, 27, no Pacaembu, torcedores corintianos protestaram contra a condenação do ex-presidente Lula pelo TRF-4.

    Em faixa estendida na arquibancada do estádio, torceram questionam onde estão as provas de que Lula é dono do triplex do Guarujá e que realizou lavagem de dinheiro, que motivaram sua condenação a 12 anos de prisão.

     - GAROTINHO DIZ TER DOCUMENTOS PROVANDO ACUSAÇÕES À GLOBO -

     Solto na semana passada após decisão do ministro Gilmar Mendes, o ex-governador do Rio de Janeiro Anthony Garotinho (PR) publicou texto em seu blog no qual afirma ter documentos que irá divulgar como prova de que a TV Globo pagou propina a dirigentes da Fifa, da CBF e da Concacaf (federação de futebol da América Central e do Norte) para adquirir o direito de transmissão de eventos esportivos; um dos relatos de posse do ex-governador seria o do empresário e jornalista J. Hawilla, “que promete levar para a prisão outros dirigentes da entidade que comanda o futebol brasileiro e de outras federações, confederações e da própria Fifa”

     - O ex-governador do Rio de Janeiro Anthony Garotinho (PR), acusado de compra de votos nas eleições de 2012 e de receber dinheiro de caixa 2 no pleito de 2014, publicou texto em seu blog no qual afirma ter documentos que irá divulgar como prova de que a TV Globo pagou propina a dirigentes da Fifa, da CBF e da Concacaf (federação de futebol da América Central e do Norte) para adquirir o direito de transmissão de eventos esportivos. Em nota, a emissora reafirmou seu “compromisso com relações éticas” nesse tipo de negociação e seu “total apoio às investigações e medidas judiciais que garantam a integridade e transparência no futebol”.

    Preso em um desdobramento da Operação Chequinho, que apura a compra de votos nas eleições de Campos dos Goytacazes (RJ), Garotinho foi solto na semana passada, por decisão do ministro Gilmar Mendes, presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

    Nesta terça-feira, seis dias depois de deixar a cadeia, ele retomou a atividade de seu blog pessoal para divulgar um texto contra a emissora. Garotinho alega possuir documentos e depoimentos que incriminariam a TV Globo no escândalo de corrupção da Fifa, no que chamou de “Padrão Globo de Propina (PGP)”.

    Um dos relatos de posse do ex-governador seria o do empresário e jornalista J. Hawilla, “que promete levar para a prisão outros dirigentes da entidade que comanda o futebol brasileiro e de outras federações, confederações e da própria Fifa”. A ponte de Hawilla com a emissora seriam anotações de pagamentos com a sigla “MCP”, que Garotinho diz ser uma referência ao ex-diretor da Globo Marcelo Campos Pinto, e sociedades entre o empresário e a família Marinho, dona da emissora.

    As informações são de reportagem na Veja.

     Com gol de Lula, foi inaugurado na tarde desse sábado (23) o campo do MST ‘Dr. Sócrates’ na área da Escola Nacional Florestan Fernandes (ENFF), em Guararema, no interior de São Paulo.

     O cantor e compositor Chico Buarque, Mano Brown, Marcio Pochmann, Lindbergh Farias, o craque Reinaldo, do Atlético, dentre outras personalidade participaram da partida. O arbitro foi o jornalista Juca Kfouri.
    O campo homenageia o jogador e médico Sócrates Brasileiro Sampaio de Souza Vieira de Oliveira, morto em 2011. Um dos maiores ídolos do futebol do país, o “Doutor”, como era conhecido, também se destacou pela sua militância política na luta pela redemocratização do Brasil, na década de 1980, e também foi um dos precursores da chamada Democracia Corinthiana.

    A direita enlouquece: a Jararaca está viva, indo para o ataque, fazendo gol e sem pinta de que vai parar. Por Donato
    Por Diario do Centro do Mundo

    A tantos minutos de jogo, um pênalti é marcado. O ex-presidente Lula coloca a bola na marca de cal, bate e a goleira (era uma goleira) defende. Mas de modo irregular, segundo a arbitragem.
    Na segunda tentativa, Lula encaçapa. Em seguida corre para a lateral do campo, tira a camisa e joga-a para a torcida. Foi expulso. O juíz não era Sérgio Moro. Era Juca Kfouri que, apesar de ter dado uma ajuda no apito, não perdoou a indisciplina.
    O jogo de confraternização foi na inauguração do campo da escola Florestan Fernandes, do Movimento dos Sem Terra, em Guararema.

    O local recebeu o nome de Sócrates Brasileiro em homenagem ao jogador corintiano, ativista de mão cheia (e punho cerrado erguido) que tantos palanques dividiu com Lula na campanha pelas Diretas.
    Além de Lula estavam políticos, esportistas e personalidades. Chico Buarque, Mano Brown, o ex-atacante Reinaldo, Lindbergh Farias, Suplicy, Fernando Haddad, Frei Betto. Muitos.
    Muitos inclusive bem mais novos que Lula e com menos disposição.
    Às vésperas de um julgamento em que é praticamente certo que será condenado e que terá sua candidatura comprometida, o ex-presidente vem esbanjando bom humor.

    Voltaram as piadas, o rosto menos magro, o carisma. A barriga não diminui.

    Gisele Morais, 40 anos, estava com uma foto tirada com Lula quando ela tinha 15 anos. Veio do interior do Estado ao evento apenas para tentar refazer uma versão atualizada da imagem. Não conseguiu. Foi, contudo, uma mostra de como Lula toca as pessoas.
    Janaína Paschoal vai se revirar do avesso, mas a serpente está viva e batendo um bolão. E com bom humor e fôlego para correr num campo de futebol debaixo de um sol escaldante de mais de 30 graus.

     O técnico da seleção brasileira, Tite, afirmou que cerca de um terço do grupo que vai disputar a Copa do Mundo da Rússia ainda não foi definido; o treinador disse que fará novas observações em 2018 antes de fechar os convocados para o Mundial

     Cerca de um terço do grupo que vai disputar a Copa do Mundo da Rússia ainda não foi definido pelo técnico Tite, que afirmou nesta quinta-feira que fará novas observações em 2018 antes de fechar os convocados para o Mundial.

    O treinador, que manteve uma base na disputa das eliminatórias que o Brasil terminou em primeiro lugar, disse que tem pouco tempo de trabalho e que ainda falta muito para o Mundial da Rússia para já definir os 23 jogadores que irão representar o Brasil.

    “O tempo que eu tive de trabalho chegou ao estágio de afirmação da equipe, de consolidar e dar carimbo”, disse ele em evento em Mangaratiba, no sul do Estado do Rio de Janeiro. “Eu tenho só 16 jogos (pela seleção) e isso é menos de 2 meses para um técnico. Ainda estão abertas 6, 7 ou 8 vagas”, completou.

    Tite não revelou quais jogadores estão confirmados e aqueles que ainda precisam conquistar a confiança do treinador para ganhar uma vaga na lista final.

    Ele, porém, fez elogios a jogadores como o goleiro do Grêmio Marcelo Grohe, o zagueiro do time gaúcho Geromel e o meia do São Paulo Hernanes, que ainda não figuraram na lista do treinador.

    ”Quero ter essa pressão de receber perguntas sobre atletas que estão em alto nível”, disse o técnico.

    A seleção brasileira, que faz no ano que vem amistosos contra Rússia e Alemanha, está no grupo de Suíça, Sérvia e Costa Rica na Copa do Mundo de 2018.

      Equipe argentina ficou com o título após empate em duelo no Rio de Janeiro em cima do Flamengoe calou o Maracanã

     Mais uma vez, o Independiente calou o Maracanã. Como aconteceu em 1998, o time argentino saiu vencedor no duelo com o Flamengo. O empate por 1 a 1, no jogo desta quarta-feira, garantiu ao “Rei de Copas” o bicampeonato da Copa Sul-Americana. No jogo de ida, em Buenos Aires, a equipe portenha havia vencido por 2 a 1. Os gols foram marcados por Lucas Paquetá para o Flamengo e Barco, de pênalti, para o Independiente, ambos no primeiro tempo.

    O resultado acabou espelhando o que aconteceu em campo. O Flamengo foi melhor no primeiro tempo, mas não soube transformar em gol as chances criadas. No segundo tempo, o time argentino foi mais organizado e criou as melhores oportunidades de gol diante de um Flamengo nervoso e que cometeu muitos erros.

    Primeiro tempo - Debaixo de muita vibração da torcida rubro-negra, a partida começou com os dois times mostrando muita disposição. Aos quatro minutos, o Flamengo criou o primeiro momento de perigo em chute perigoso de Lucas Paquetá que o goleiro Campaña defendeu com segurança. O lance animou a equipe da casa e dois minutos depois foi a vez de Felipe Vizeu se antecipar aos zagueiros e desviar para o gol, mas a bola saiu, embora com muito perigo para o gol argentino.

    O Independiente, muito pressionado pela marcação da equipe brasileira, não encontrava espaço para se organizar dentro de campo. Só aos 11 minutos é que a equipe portenha fez o goleiro Cesar trabalhar para defender um cruzamento fechado de Bustos.

    Aos 13 minutos, o Flamengo desperdiçou uma grande oportunidade. Felipe Vizeu lançou Everton entre os zagueiros. O atacante penetrou livre, mas chutou nas mãos de Campaña. Logo depois foi a vez de Lucas Paquetá receber na entrada da área, se livrar da marcação e bater com perigo, mas a bola bateu na rede pelo lado de fora.

    O domínio do Flamengo era total. Aos 18 minutos, Paquetá foi derrubado ao lado da área. Diego levantou na área e Juan cabeceou por cima do travessão.

    O time dirigido por Reinaldo Rueda atuava de forma agressiva. Lucas Paquetá e Everton atuavam abertos pelas extremas, enquanto Felipe Vizeu ficava entre os zagueiros na área do Independiente.

    Aos 21 minutos, o time argentino criou a sua primeira chance de gol. Meza investiu pela esquerda e chutou cruzado, mas César fez boa defesa. O Flamengo respondeu com Diego que se livrou de Amorebieta e chutou, mas o zagueiro conseguiu se recuperar e bloquear o chute do meia.

    O Flamengo marcou o primeiro gol aos 29 minutos. Diego cobrou falta, Réver e Juan tentaram a cabeçada, mas a bola acabou nos pés de Lucas Paquetá que empurrou para colocar a bola nas redes e levar o Maracanã ao delírio.

    Embalado pela vantagem, o time da Gávea seguiu atacando em busca do segundo gol. O técnico do Independiente decidiu alterar a equipe, trocando o atacante Benitez por Albertengo.

    E aos 40 minutos, o time argentino marcou o gol do empate. Lucas Paquetá derrubou Meza na área e, depois de consultar o árbitro de vídeo, Vilmar Roldán confirmou a penalidade máxima. Barco cobrou com categoria e deixou tudo igual.

    Carl de Souza/AFP Barco comemora gol de empate que deu o título da Sul-Americana ao Independiente
    Aos 47 minutos, na última jogada importante da etapa inicial, Everton arriscou o chute, mas foi bloqueado pela zaga.

    Segundo tempo - O Flamengo voltou sem alterações para o segundo tempo. E logo aos três minutos, quase desempatou em grande jogada de Lucas Paquetá que invadiu a área, ganhou dos zagueiros, mas seu chute acabou defendido por Campaña. Aos seis minutos, Trauco cruzou e Paquetá cabeceou para fora. Preocupado com a pouca objetividade do ataque, o técnico Reinaldo Rueda trocou o lateral esquerdo Trauco pelo atacante Vinicius Júnior. Everton recuou para a vaga de Trauco.

    Aos 14 minutos, o Independiente criou uma grande chance para marcar. Giglioti tomou a bola de Réver, passou por Cuéllar e tocou na saída de César, mas Juan conseguiu salvar, desviando para escanteio. O Flamengo respondeu com uma cabeçada perigosa de Vinicius Júnior, após cruzamento de Pará. Aos 21 foi a vez de Willian Arão cabecear com perigo, após cruzamento de Paquetá.

    O Indepediente atuava mais recuado, mas ao recuperar a bola, buscava sair rapidamente para surpreender a defesa carioca. Aos 29 minutos, o goleiro César se chocou com Réver e bateu a cabeça com violência no gramado, chegando a perder a consciência, mas se recuperou e voltou ao gol.

    Rueda tentou dar mais agressividade ao time e colocou Éverton Ribeiro no lugar do volante Cuéllar. Logo depois, Réver perdeu grande chance para desempatar, cabeceando para fora, quando estava livre na pequena área.

    Aos 37. Gigliotti tentou surpreender César do meio de campo, mas o goleiro do Flamengo conseguiu fazer a defesa. Rueda colocou o jovem Lincoln para tentar aumentar a pressão sobre o gol argentino.

    Aos 43 minutos, Gigliotti arrancou pelo meio, entrou na área e bateu para fora, desperdiçando uma grande oportunidade. Nos acréscimos, após confusão na área, a bola sobrou para Réver que chutou para fora no último lance da partida.

     

    FLAMENGO 1 x 1 INDEPENDIENTE-ARG

    Flamengo
    César; Pará, Juan, Réver e Miguel Trauco (Vinicius Júnior); Gustavo Cuéllar (Éverton Ribeiro), Willian Arão, Diego e Everton; Lucas Paquetá (Lincoln) e Felipe Vizeu
    Técnico: Reinaldo Rueda

    Independiente
    Campaña; Bustos(Gaston Silva), Alan Franco, Amorebieta e Tagliafico; Diego Rodríguez e Max Meza (Sanchez Mino); Ezequiel Barco, Benitez (Albertengo) e Gigliotti
    Técnico: Ariel Holan

    Gols: Lucas Paquetá, aos 30 minutos do primeiro tempo (Flamengo); Barco, aos 40 minutos do primeiro tempo (Independiente)
    Cartões amarelos: Everton, Vinicius Júnior, Juan (Flamengo); Albertengo, Meza, Campaña (Independiente)
    Cartão vermelho: Cuéllar (Flamengo)

    Local: Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ)
    Data: 13 de dezembro de 2017 (Quarta-feira)
    Horário: 21h45(de Brasília)

    Árbitro: Wilmar Roldán (Colômbia)
    Assistentes: Alexander Guzman (Colômbia) e Cristian de la Cruz (Colômbia)

    Página 1 de 9

    © 2015 Your Company. All Rights Reserved. Designed By JoomShaper