Médicos fantasmas estão com os dias contados

     - Prefeitura abre processo contra vários médicos -  A Prefeitura de Montes Claros pode expulsar 12 médicos acusados de não cumprirem o horário de trabalho, conforme Processo Administrativo Disciplinar, divulgado no Diário Oficial do Município de ontem,...

    Dia da árvore também é dia conscientização

    - Data será celebrada com ações que visam conscientização e preservação em Montes Claros - Projeto “Crescendo Juntos” é o maior incentivador para aumentar o reflorestamento da cidade - O Dia da Árvore é comemorado em 21 de setembro e é o momento...

    Autorizada ponte entre Pintópolis e São Francisco

     - Pimentel atende demanda antiga de moradores da região. Obra deverá ter a licitação publicada ainda nesta semana -  O governador Fernando Pimentel assinou nesta terça-feira (19/9) despacho que determina que o Departamento de Edificações e Estradas...

    Deputado critica governo pela crise hídrica em Minas

    Dr. Jean Freire pediu audiência pública para debater a falta de estruturação dos comitês de baciais hidrográficas no Estado A pedido do deputado Dr. Jean Freire (PT), será realizada, nesta quinta-feira (21), uma audiência pública para debater a crise...

    2018 sem candidatura Lula é ilegitimidade pré-urna

     O jornalista Fernando Brito, doTijolaço, repercute a pesquisa do Instituto Paraná que mostra que 62,8% dos brasileiros não querem veem ninguém capaz de substituir Lula no pleito presidencial de 2018. "Esta é a regra básica: não se decide – sejam...

    separador 1

    Notícias locais

     - Prefeitura abre processo contra vários médicos -  A Prefeitura de Montes Claros pode expulsar 12 médicos acusados de não cumprirem o horário de trabalho, conforme Processo Administrativo...
    - Data será celebrada com ações que visam conscientização e preservação em Montes Claros - Projeto “Crescendo Juntos” é o maior incentivador para aumentar o reflorestamento da cidade - O Dia da...
    Mais emNotícias Locais  

    Notícias regionais

     - Pimentel atende demanda antiga de moradores da região. Obra deverá ter a licitação publicada ainda nesta semana -  O governador Fernando Pimentel assinou nesta terça-feira (19/9) despacho que...
    Dr. Jean Freire pediu audiência pública para debater a falta de estruturação dos comitês de baciais hidrográficas no Estado A pedido do deputado Dr. Jean Freire (PT), será realizada, nesta...

    Notícias nacionais

     O jornalista Fernando Brito, doTijolaço, repercute a pesquisa do Instituto Paraná que mostra que 62,8% dos brasileiros não querem veem ninguém capaz de substituir Lula no pleito presidencial de...
     - Nomeada com a bênção de Gilmar Mendes, o principal aliado de Temer dentro do STF, secundado por Alexandre de Moraes, Dodge é a principal moeda de troca que o governo ofereceu aos seus aliados - *...

    separador 1

    Mundo

    Thumbnail  - No poder devido a um golpe de Estado que destituiu a presidente legitimamente eleita, Michel Temer saiu de um jantar com o presidente americano, Donald Trump, realizado ontem em Nova York,...
    Mais emMundo  

    Esportes

    Thumbnail  Corte de verbas da Petrobras deixa atletas olímpicos sem R$ 1,5 milhão em recursos desde agosto de 2016; Além do judô, a Petrobrás cortou o patrocínio aos atletas do boxe, esgrima, remo,...
    Mais emEsportes  

    Segurança Pública

    Thumbnail  Mesmo com uma série de provas vivas de malas de dinheiro, principalmente do PMDB e do PSDB, com uma escancarada comprovação da manipulação de delações pelo Sr. Moro, o foco continua somente contra...

     

    separador blogosfera

    RUSSA CRITICA TRAPALHADA DE TEMER NO G20

     

    A Sputnik Brasil entrevistou com exclusividade, o cientista Político e professor do Departamento de Ciências Sociais da Universidade Federal de Juiz de Fora,  - Raul Magalhães. O especialista chamou de desastrada a declaração de Temer de que não há crise econômica no Brasil. "[A declaração] poderia ter funcionado se ele tivesse dito que estamos recuperando em alguns níveis, como a queda da inflação, uma recuperação da atividade industrial… Mas a reação de que não existe crise econômica no quadro recessivo que está instalado pareceu uma reação destemperada", avalia o professor -

      Da Agência Sputinik

    O presidente Michel Temer desembarcou nesta sexta-feira (7) em Hamburgo, na Alemanha para participar da reunião hoje (7) e amanhã (8) da cúpula do G20, grupo que reúne as 20 maiores potências mundiais.

    Diante da crise política no Brasil, Temer chegou a anunciar que não viajaria mais para a Alemanha, mas, na última hora, mudou de ideia após ouvir seus ministros, especialmente o ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, que destacou que a ausência de Temer na reunião poderia ser interpretado pelos investidores internacionais como um sinal de fraqueza do governo federal.


    Ao chegar no hotel nesta sexta-feira (7) onde está hospedado Temer conversou rapidamente com a imprensa e a ser questionado sobre a situação do Brasil no G20 diante da crise política e econômica no país, o presidente afirmou surpreendendo os jornalistas, que não há crise econômica no Brasil.
    "Não, pode levantar os dados e você verá que nós estamos crescendo empregos, estamos crescendo indústria, estamos crescendo agronegócio. Lá não existe crise econômica”, afirmou o Presidente.

    Dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), o Brasil tem ainda 13,8 milhões de desempregados e que no trimestre março, abril e maio o desemprego ficou em 13,3% conforme a pesquisa PNAD Contínua, mesmo com o Ministério do Trabalho tendo anunciado no mês passado que, em maio, a abertura de vagas formais de emprego superou as demissões em 34,2 mil postos, sendo o segundo mês seguido em que houve criação de postos de trabalho com carteira assinada no país. A Confederação Nacional da Indústria também afirma que a estimativa de crescimento industrial caiu de 1,3% para 0,5%.

    A Sputnik Brasil entrevistou com exclusividade, o cientista Político e professor do Departamento de Ciências Sociais da Universidade Federal de Juiz de Fora, Raul Magalhães. O especialista chamou de desastrada a declaração de Temer de que não há crise econômica no Brasil.

    "[A declaração] poderia ter funcionado se ele tivesse dito que estamos recuperando em alguns níveis, como a queda da inflação, uma recuperação da atividade industrial… Mas a reação de que não existe crise econômica no quadro recessivo que está instalado pareceu uma reação destemperada", avalia o professor.


    Para Magalhães, a fala é uma estratégia do presidente em passar uma imagem mais enérgica diante dos problemas da gestão. Porém, o professor avalia que a fala produziu um debate ainda maior sobre a dissintonia do governo com o quadro que busca remediar.
    "O governo Temer colheu alguns resultados positivos na gestão da economia, mas daí a dizer que a superação do quadro está instalada não coincide com a opinião dos economistas. E para os 13 milhões de desempregados não adianta dizer que a coisa está melhorando, a percepção subjetiva não é de uma crise superada. A propaganda é inadequada e dificilmente convence investidores externos que são muito bem informados sobre o que acontece internamente no Brasil", afirma o especialista.

    A Cúpula do G20, organizada neste ano na Alemanha, termina amanhã.

    Brasil 247

    © 2015 Your Company. All Rights Reserved. Designed By JoomShaper